Olha tuas flores, mistura tuas cores, e cria teu próprio arco-íris.





Relembra a tua estória, o caminho que fizeste...

Deixa tua dureza derreter-se frente 
ao novo que te é dado dia após dia.
Aprende a ouvir as águas rolando nos seixos, 
elas trazem uma canção que o teu coração já conhece...
Vê, o vento que balança as folhas das árvores 
é o mesmo que toca tua fronte iluminada.
Acompanha o vôo do pássaro sob o céu e sente, 
o teu espírito é tão livre quanto ele.
 Sente o silêncio abençoado da natureza
 e te permite comungar com ela a quietude,
a paz que vai em teu ser.
Olha tuas flores, mistura tuas cores e cria 
teu próprio arco-íris.
Deixa teu coração presente em tuas palavras,
 em tuas decisões, em teus silêncios.
Deixa a saudade vir e avisar-te de 
um tempo precioso, onde viveste em liberdade,
em alegria, e sente, ainda é tempo de ser feliz.
Relembra tua estória, o caminho que fizeste... 
Quanto aprendeste, quanto mudaste 
e, quanto ainda há por ser feito...
O tempo não para, ele continua fiel a sua natureza.
Sê também fiel a tua, e resgata tuas fontes 
cristalinas, tua alegria generosa,
tua confiança no agora, tua dança,
 tua segurança em ti mesmo.
O mundo não tem outro propósito senão 
o de ensinar-te que és a alegria de Deus, 
e para ti toda a criação é presente, 
todo amor é dado...
Descansa, teu jardim ainda é o mais bonito,
 e floresce mansamente aos olhos Daquele 
que tem por alegria olhar, amar
 e cuidar de todas as tuas flores.

- Autor Desconhecido -






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça valer, cada minuto, cada lugar, cada sorriso, cada olhar....
Lembre-se... O olhar é a vitrine da alma....
Que bom ler seu comentário...