Herpes: sintomas, tratamento e prevenção

O herpes é uma afecção da pele que se caracteriza por um leve ardor ou formigamento seguido por vermelhidão e edema, sintomas que duram cerca de três dias. Em casos mais graves, pode haver febre e dor de cabeça. Após esta fase, nota-se o aparecimento de pequenas bolhas, na pele ou mucosas. Depois, as bolhas se rompem liberando um líquido que contém novos vírus...O contágio da doença se dá, principalmente, através do contato físico (beijo e relação sexual). O vírus do herpes passa, então, por um período de latência até o aparecimento de uma nova crise. 

Existem três ótimos remédios para proteger o corpo contra o herpes. Um deles é a equinácea
Ela, porém, deve ser usada como preventivo, antes das crises. Use a tintura da equinácea, que pode ser encontrada em farmácias naturais ou de manipulação. Outro é o chá de calêndula.

Você ferve a água (150 mL) e acrescenta, quando levantar fervura, 2 colheres (chá) de calêndula. Desligue o fogo e tampe a panela. Espere o chá ficar morno, coe e molhe uma gaze ou pedaço de algodão nele e aplique sob a ferida do herpes, deixando atuar por dez minutos. Aplique três vezes ao dia. 

O terceiro remédio natural para o herpes é o chá das folhas de cajazeira. A cajazeira (Spondias mombin) é uma árvore muito comum no Nordeste do Brasil. Seu fruto - o cajá - é muito apreciado e fica melhor ainda na forma de suco, picolé e sorvete. 

“Tanto o vírus do Herpes Simples como o do Herpes Zoster ficam latentes, isto é, ‘adormecidos’ nos gânglios linfáticos. Quando há uma queda da resistência orgânica, da imunidade (exemplo: pós febre, trauma, quimioterapia, estresse, luz solar, desnutrição, menstruação, etc.), o vírus volta a se multiplicar, dando origem a um novo surto. O Herpes Simples tende a ter recorrências frequentes, enquanto o Herpes Zoster raramente recorre”, explica a dermatologista Juliana Muggiati Sípoli, da Clínica Millennium.

Há medicamentos antivirais orais e pomadas, além de analgésicos. As doses e o tempo de tratamento variam conforme o tipo de Herpes. Se o tratamento for iniciado em até 72 horas, há possibilidade de encurtar o surto e reduzir os sintomas da doença. Outra dica são os cuidados com a higiene, que podem evitar infecções bacterianas secundárias, a principal causa de cicatrizes residuais.






Fonte: http://www.curapelanatureza.com.br
http://saude.hagah.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça valer, cada minuto, cada lugar, cada sorriso, cada olhar....
Lembre-se... O olhar é a vitrine da alma....
Que bom ler seu comentário...