É sòmente Deus quem escreve a minha história...e Ele escreve com lápis, e não com caneta...




          
Por que um lápis e não uma caneta? 

O lápis por si é mais simples que a caneta... 
e uma característica dele é que quando a sua ponta quebra, podemos apontá-la novamente,e  ao errarmos ao escrever, damos um jeito de apagar.
Ao passo que a caneta ao acabar a tinta, por mais bela que seja, geralmente é jogada fora e também não conseguimos apagar a sua escrita, e mesmo se usarmos um corretivo, percebemos ainda o seu efeito.
Como seria a nossa história escrita à caneta? Ou sendo nós uma caneta?
Deus vai nos "apontando" na escrita da vida.
Qto mais somos "apontados" tanto melhor fica a escrita.
Não é fácil passarmos por este processo, mas a nobreza do lápis está
em se deixar gastar para servir da melhor maneira possível, sem ficar pensando
se vai acabar ou não...
Aprendamos a ser nobres com este objeto, deixando-nos apontar  para Deus, 

para que Ele faça em nós, e através de nós, o que precisa ser feito.

D.A


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça valer, cada minuto, cada lugar, cada sorriso, cada olhar....
Lembre-se... O olhar é a vitrine da alma....
Que bom ler seu comentário...