Nesse tempo Pascal, que possamos matar os nossos piores defeitos, e ressuscitar as maiores virtudes sepultadas no íntimo de nossos corações.

"Se alguém está em Cristo, é uma criatura nova. O mundo velho desapareceu. Tudo agora é novo."
(2Cor. 5,17)


Há dois mil anos atrás, um homem veio ao mundo disposto a ser o maior exemplo de amor e verdade que a humanidade conheceria.
Sua proposta de vida não foi entendida por muitos... e então, o condenaram e o crucificaram, ignorando todos os seus propósitos de um mundo melhor.
Houve dor, angústia e escuridão... Por três dias, o sol se recusou a brilhar, a lua se negou a iluminar a terra, até que no terceiro dia algo aconteceu...
Houve a Ressurreição!


A Páscoa existe meus amigos, para nos lembrar deste momento inigualável chamado Ressurreição.
Ressurreição do sorriso, da alegria de viver, do amor.
Ressurreição da amizade, da vontade de ser feliz.
Ressurreição dos sonhos, das lembranças...
E de uma verdade que está acima dos ovos de chocolates, ou até dos coelhinhos da Páscoa.
Não há problemas em degustar os ovos de chocolates, mas é necessário lembrar e preservar a essência dos acontecimentos que celebramos nesta data.
Cristo morreu, mas Ressuscitou verdadeiramente!
E fez isso somente para nos ensinar a matar os nossos piores defeitos, e ressuscitar as maiores virtudes sepultadas no íntimo de nossos corações.


 
                                

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça valer, cada minuto, cada lugar, cada sorriso, cada olhar....
Lembre-se... O olhar é a vitrine da alma....
Que bom ler seu comentário...